Veja 8 pontos de destaque na nova base curricular do ensino fundamental

A terceira e última versão da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para o ensino infantil e fundamental foi apresentada nesta quinta-feira (6) pelo Ministério da Educação (MEC). O texto não aborda o ensino médio. O documento foi finalizado com atraso, já que estava previsto para junho de 2016.
Leia mais...

Se não fosse trágico, seria cômico...

Boa e criativa dramatização, mas todos sabemos que é a mais pura e dura realidade de um grande número de docentes (e todos os outros trabalhadores) deste país.


Como uma ação não necessariamente “pedagógica” pode melhorar o desempenho escolar?

Oi pessoal, tudo bem?

Ao ler a matéria da Folha de São Paulo do dia 18/09/2016, intitulada Diretora de escola americana estimula frequência lavando roupa suja, pensei em escrever este post e em compartilhar esta experiência educacional que ocorreu nos EUA.

A matéria nos permite refletir que nem sempre ações pedagógicas ou explicando melhor: “ações que não pensam somente em solucionar um problema com o pensar somente no âmbito da escola (com técnicas educacionais)” irá nos ajudar a solucionar um problema.
Clique aqui para ler a matéria

O estudante de 14 anos que ensina pai, avó e vizinhos a ler em zona rural pobre de Goiás

Com apenas 14 anos, Janiel Vieira já faz sua parte para transformar sua vizinhança em um lugar melhor. O garoto dá aulas gratuitas para os familiares e vizinhos. Pela manhã, frequenta a escola e de tarde, transforma-se no próprio colégio, ensinando o que aprende às pessoas do povoado de Cabeceira Alta, onde mora, na zona rural de Goiás.

Professora comete suicídio após perda de salário;

Professora escreve carta e comete suicídio após perseguições e bloqueio de salário. Sindicato da categoria afirma que Jucélia Almeida foi vítima de um cenário infernal. Irmã da docente desabafa: "O estado assassinou a minha irmã!"

Uma professora de Aracaju (SE) cometeu suicídio no último sexta-feira (1) em um caso que chocou todo o estado de Sergipe.


Boa e criativa dramatização, mas todos sabemos que é a mais pura e dura realidade de um grande número de docentes (e todos os outros trabalhadores) deste país.
Seria cômico se não fosse trágico...